segunda-feira, 21 de julho de 2008

O puxa-saco

Puxa-saco é aquele cara que começa a rir antes mesmo do chefe terminar a piada. Toda empresa tem pelo menos um, né? Veja como lidar com esses bajuladores de plantão.
A história da humanidade está cheia de puxa-sacos. Eles são parasitas que florescem à sombra de quem tem poder.
Você convive com pelo menos um deles em seu trabalho, porque qualquer empresa sempre tem um puxa-saco de plantão.
O legítimo puxa-saco transforma respeito em veneração. O que o chefe pedir, o puxa-saco faz. E quando chefe não pede, ele se oferece para fazer.
O puxa-saco chega antes do chefe e não vai embora enquanto o chefe não for. E gosta de mostrar uma intimidade que não existe. Na festinha de aniversário do chefe, é ele quem puxa o coro do pique-pique. Ele até tem uma frase reveladora: "Chefe,sem querer ser puxa-saco”!
Se é desprezado ou criticado, o puxa-saco não se encolhe e nem desiste. Pelo contrário, ele aumenta a dose de puxa-saquismo.
Existem dois tipos de puxa-saco. O primeiro é o puxa-saco que precisa de segurança. É meio incompetente e meio pegajoso. Mas é mais folclórico do que perigoso.
O segundo tipo é o puxa-saco que usa a bajulação para subir na empresa. Ele é mais sutil. É competente no trabalho. Ele pede a opinião do chefe quando não precisa dela, só para agradar e aparecer.
E principalmente aproveita a proximidade com o chefe para prejudicar colegas que possam ameaçar a sua posição de puxa-saco número um. O puxa-saco carreirista sabe que é puxa-saco.
Adianta falar mal do puxa-saco para o chefe? Não. Ao criticar um puxa-saco, você pode passar por invejoso.
Certa vez ouvi alguem dizer na TV: “Tem um montão de chefe que gosta de puxa-saco para caramba”.
Se não gostasse, o puxa-saco não existiria. Ao conversar com um puxa-saco, não revele detalhes da sua vida pessoal e nunca critique a empresa. Um belo dia, o puxa-saco irá usar isso a favor dele e contra você.
O verdadeiro puxa-saco é um camaleão, que se adapta imediatamente a qualquer troca de chefe. Não se iluda: os puxa-sacos não vão acabar.
Pior ainda: o puxa-saco de hoje poderá ser o seu chefe amanhã! Por isso, o mais sensato é manter a boca fechada e o olho aberto.

Um comentário:

Graça Souza disse...

Essa foto é ótima, dá um contraste com o contéudo sério e bem escrito do blog. Não gosto de puxa-saco e talves eu nunca tenha feito carreira em nenhuma empresa pelo simples fato de não ter o menor talento para isso.
Parabéns pelos tópicos interessantes.